Receba as nossas atualizações em seu email.

terça-feira, 17 de agosto de 2010

Marketeiros profissionais na PF?


Todos por aqui já se acostumaram com as minhas análises sobre campanhas publicitárias. Com certeza já se surpreenderam com a criatividade dos profissionais dessa área em todo o mundo. Muitos realmente são geniais.
Hoje vamos além disso; mostrarei a vocês o quanto o marketing de uma forma geral ataca a tudo e torna as coisas mais interessantes e mais “digeríveis”.

Se você já investiu alguns minutinhos da vida para assistir algum telejornal, ler alguma revista desse seguimento ou mesmo dar uma bisolinha num site assim, com certeza já ficou intrigado com aqueles slogans antes das reportagens - são bem criativos, não? Mas não é exatamente sobre isso que quero falar...
Quem aqui se recorda da última operação da PF que viu em algum desses veículos aí que eu mencionei??

Lembrou?
Hã??
Não???

Que seja, se não se lembra, eu te lembro que a última (eu acho) operação dos “homi” foi a VENTANIA – que tinha como objetivo, meter a mão nuns sacripantas que fabricavam e distribuíam grana falsa em 8 estados do nosso Brasilzão. Durante a investigação “Os Homi” descobriram que os bandidos produziam e distribuíam cerca de R$ 350,000,00 por mês. Foram quase R$ 3.000.000,00 ao todo.

Agora você deve estar se perguntando, onde diabos esse cara quer chegar?
Elementar meus caros: ao mais interessante nas operações da PF: OS TÍTULOS!

Começou em 2002 com a caça ao jogo do bicho que alguém (não me pergunte quem) deu o nome de “Arca de Noé”. Logo depois foi a vez da Ctrl + Alt + Del, para dar fim nos sangue ruim que burlavam sistemas bancários... E a PF continuou esbanjando criatividade na sequencia: Eros, Good Vibes, Narciso, Pinóquio e até um tal Toque de Midas...
Claro que eu não ia deixar de descobrir quem é o responsável por tais nomes bacanas. Quem é o marketeiro da PF? O Delega uai!

Segue abaixo algumas operações que foram bem batizadas pelos “Canas”. Divirtam-se:

Nome: Anjo da Guarda – 2005
Alvo: Pornografia infantil

Nome: Ctrl+Alt+Del – 2006
Alvo: Roubo de senhas de banco pela internet

Nome: Zapata – 2006
Alvo: Cartéis de drogas mexicanos

Nome: Eros – 2007
Alvo: Tráfico de Viagra

Nome: Good Vibes – 2007
Alvo: Trafico de Ecstasy

Nome: De volta para Pasárgada – 2008
Alvo: Fraudes em prefeituras – sequencia da Operação Pasárgada

Nome: Narciso – 2008
Alvo: Notas frias da loja de luxo Daslu

Nome: Pinóquio – 2008
Alvo: Exploração ilegal de madeira

Nome: Toque de Midas - 2008
Alvo: Fraudes em ferrovias que passam por garimpos

Nome: Castelo de Areia - 2009
Alvo: Superfaturamento de obras públicas

Nome: Ventania - 2010
Alvo: Falsificação de dinheiro

____________________________________________________________

segunda-feira, 16 de agosto de 2010

Azar na sexta feira 13? Porquê?


Toda sexta feira 13 é sempre a mesma coisa: gente andando desconfiado, telejornais relembrando dezenas de superstições, programas de entretenimento nos enchem o saco encenando lendas urbanas – ah, sem esquecer da matança de gato preto por aí claro. Eu mesmo já perdi alguns bichanos assim...

Mas de onde será que veio essa história de que sexta-feira 13 é dia de azar? O que já rolou de ruim nelas? Se você também não sabe exatamente o porquê de todo esse zum zum zum então seja bem vindo ao clube - na real, ninguém sabe explicar mesmo o porque do dia ser tão comentado.

Navegando por aí eu fui listando 13 bizarrices que aconteceram ao longo dos anos e que podem explicar (em parte, claro) mais ou menos o porquê. Divirtam-se.

  • 1- Deus favorito? Então vai morrer!!!
Tudo indica que a história envolvendo a sexta-feira 13 tenha origem em lendas da mitologia nórdica. De acordo com a primeira delas, 12 divindades foram convidadas para um banquete no Valhalla, a morada dos deuses. Mas um espírito do mal e da discórdia apareceu sem ser chamado e armou uma briga em que morreu o favorito dos deuses. Daí veio a crença de que convidar 13 pessoas para um jantar era problema na certa.

  • 2- A Deusa maligna da sexta-feira
Também na Escandinávia, Freya, a deusa do amor e da beleza cujo nome deu origem a Friday (o “dia de Freya”, sexta-feira em inglês) se tornou uma entidade maligna quando as tribos nórdicas e alemãs se converteram ao cristianismo. Para se vingar pelo abandono, ela passou a reunir-se todas as sextas com outras 11 entidades – num total de 13 entes que ficavam rogando pragas sobre os humanos. Mais má fama para a sexta-feira e o número 13.

  • 3- Morte aos Templários!!
Uma história mais recente tem a ver com a Ordem dos Cavaleiros Templários, fundada no século 12 durante as Cruzadas para proteger os cristãos que voltaram a fazer a peregrinação a Jerusalém após a sua conquista. Mas sua influência e prestígio na Europa estavam crescendo muito e incomodaram o rei Filipe IV, da França. No dia 13 de outubro de 1307, uma sexta-feira, ele iniciou uma perseguição aos templários, que passaram a ser presos, torturados, excomungados e queimados na fogueira.

  • 4- Jason X?
Numa sexta-feira, 13 de janeiro de 1989, um vírus de computador causou muita dor de cabeça nas pessoas em uma época que ainda não estava acostumada com esse tipo de ataque. Seu nome oficial era “Jerusalem”, mas ele ficou conhecido como “Sexta-Feira 13” porque ficava oculto e era executado nessa data. Depois de apenas 30 minutos de contaminação, o vírus era capaz de diminuir a velocidade do PC em até 90%. Hoje, é facilmente detectável por qualquer antivírus, mas mesmo assim vários dos seus sucessores se baseiam em seu código e método de infecção.

  • 5- O AI-5 foi decretado em uma sexta-feira 13
O Ato Institucional Nº5 (AI-5) foi decretado no dia 13 de dezembro de 1968, uma sexta-feira, pelo regime militar brasileiro. Ele dava poderes totais ao Presidente da República e colocava o país em estado de sítio, permitindo aos militares fechar o Congresso e suspendendo várias garantias constitucionais. Motivo a mais de trauma para os brasileiros.

  • 6- Sexta-feira, independente de ser dia 13, é dia de má sorte.
A sexta-feira já era considerada de má sorte desde a Idade Média e continua sendo em muitas culturas. O folclore macedônio proíbe cortar o cabelo e as unhas nesse dia e os brâmanes e parses indianos, bem como os burmaneses, acham que é um dia de mau agouro. Segundo a superstição náutica, é bom começar o fim de semana só no sábado mesmo e evitar zarpar em uma sexta-feira para não desagradar a deusa Freya (aquela da sexta-feira).

  • 7- Não são apenas os gatos que sofrem com a sexta feira 13
O pior incêndio de florestas na história da Austrália ocorreu em uma sexta-feira 13 de 1939, onde cerca de 20 mil quilômetros de terra foram queimados e 71 pessoas morreram.

  • 8- O avião que deu origem ao filme “Vivos” caiu em uma sexta 13
O avião da Força Aérea do Uruguai que levava 45 pessoas, incluindo a equipe uruguaia de rúgbi, caiu na Cordilheira dos Andes no dia 13 de outubro de 1972, uma sexta-feira. Os 16 sobreviventes, que tiveram que praticar antropofagia para se manterem vivos, enfrentaram um frio de 30 graus negativos e foram resgatados 72 dias depois do acidente. Os acontecimentos deram origem ao filme Alive (Vivos), de 1993.

  • 9- E tem gente que celebrava a data (tenha medo)
Em Portugal, muitas cidades e vilas celebram a Sexta-feira 13, incluindo a cidade do Porto. A maior de todas acontece no castelo de Montalegre, em Trás-os-Montes. As festas incluem bruxas, teatro, fogueira e banquetes com produtos locais.

  • 10- Sim, existe uma fobia relacionada à sexta-feira 13
Paraskavedekatriaphobia ou frigatriscaidecafobia. É assim que é chamado o medo excessivo desse dia. Os sintomas variam de leve ansiedade a ataques de pânico, que podem levar as pessoas à remodelação de horários ou a faltar ao trabalho um dia inteiro. Segundo Donald Dossey, fundador do Stress Management Center and Phobia Institute, a fobia atinge de 17 a 21 milhões de pessoas só nos EUA.

  • 11- Dia ruim para os negócios
Estima-me que os Estados Unidos percam entre US$800 e 900mi em negócios a cada sexta-feira 13 porque as pessoas ficam com receio de fazer as coisas que normalmente fariam, como viajar ou sair para fazer compras. Os americanos que não suportam shoppings lotados (e não sofrem de parascavedecatriafobia) devem se esbaldar nesse dia. o/

  • 12- O acidente com a Apollo 13 também foi numa sexta 13
Desafiando os supersticiosos, a missão Apollo 13, com destino à Lua, estava indo bem nos dois primeiros dias. Daí, no dia 13 de abril de 1970, uma sexta-feira, ocorreu uma explosão na nave que impediu a descida ao satélite. Os tripulantes ficarem quatro dias com o oxigênio racionado, mas felizmente, voltaram intactos para a Terra.

  • 13- Ficar com medo da Sexta-feira 13 também da azar!
Uma pesquisa da Universidade de Hertfordshire, na Inglaterra, descobriu que pessoas que se consideram azaradas são mais propensas a acreditar em superstições associadas com má sorte e ficar ansiosas em sextas-feiras 13. E o que elas temem muitas vezes acaba acontecendo mesmo – não por serem azaradas, mas justamente porque, estando ansiosas, elas têm mais chances de fazer coisas erradas ou bater o carro, por exemplo.

__________________________________________________________

quinta-feira, 12 de agosto de 2010

Hollywood nos mata de rir...


Qualquer um que tenha assistido mais de meia dúzia de filmes americanos ja se deparou com situações como as descritas abaixo e certamente rachou o bico a rir. Divirtam-se

  • Para alguém se fazer passar por um oficial alemão não é necessário falar a língua. Basta o sotaque.
  • As cozinhas não têm interruptores de luz. Quando se entra à noite numa cozinha abre-se a geladeira e usa-se a luz dela.
  • Numa casa assombrada as mulheres investigam os ruídos estranhos com roupas o mais transparente possível.
  • Se alguém for apanhado num mal entendido que possa ser esclarecido rapidamente com uma explicação simples, por amor de Deus, deve calar-se.
  • No confronto com um terrorista internacional perigoso, o sarcasmo e as frases jocosas são as melhores armas.
  • Num tiroteio, um homem contra vinte tem maior probabilidade de matar os vinte do que os vinte têm de matá-lo.
  • Uma música assustadora vinda de um cemitério deve ser sempre investigada mais de perto.
  • Para fugir às balas dos alemães devemos esconder-nos num rio ou num lago. As balas dos alemães não penetram na água.
  • A maior parte dos computadores portáteis têm capacidade suficiente para penetrar nos sistemas de comunicações de qualquer civilização invasora extraterrestre.
  • A maior parte das pessoas guarda um álbum de recortes, especialmente se algum familiar ou amigo morreu num acidente de barco em situação estranha.
  • Todos os discos de computador trabalham em todos os computadores independentemente do seu software.
  • Todos os departamentos de polícia fazem testes de personalidade aos policiais para saberem se eles se fazem passar por outros completamente diferentes.
  • Os heróis de ação nunca sofrem penas por homicídio ou ofensas criminais apesar de destruírem cidades inteiras no decorrer dos seus atos.
  • Encontra-se sempre uma serra motorizada quando é necessária.
  • Qualquer fechadura pode ser aberta em segundos com um cartão de crédito ou um arame exceto a porta de um prédio em chamas com uma criança lá dentro.
  • Uma vedação elétrica com potência para matar um dinossauro não causa grande estrago numa criança de oito anos.
  • Qualquer tipo de emprego faz um pai esquecer o aniversário do seu filho de oito anos.
  • Uma loura bonita pode tornar-se uma especialista mundial de fissão nuclear aos 22 anos.
  • Quando se é perseguido através de uma cidade pode-se normalmente escapar através da parada do dia de S. Patrick, em qualquer época do ano.
  • Todos os sacos de compras de mercearia têm pelo menos um filão de pão de tipo francês.
  • Qualquer pessoa decola facilmente um avião desde que na torre de controle esteja alguém que lhe dê as instruções.
  • O batom dos lábios nunca desaparece, nem ao praticar mergulho.
  • Normalmente sobrevive-se a uma batalha em qualquer guerra a não ser que se cometa o erro de mostrar a alguém a fotografia da namorada que ficou em casa.
  • O pessoal da TV nunca termina a sua bebida.
  • Quando se paga o táxi nunca se olha para a carteira para tirar o dinheiro, tira-se uma ao acaso. É sempre o dinheiro certo.
  • Quando se fica sem uma mão o braço cresce 15 cm.
  • Um simples fósforo é suficiente para iluminar uma sala, mesmo do tamanho de um estádio de futebol.
  • Se um assassino espreita uma casa é fácil encontrá-lo. Basta relaxar e tomar um banho, mesmo no meio da tarde.
  • Apesar de no século 20 ser possível disparar armas para objetos fora do campo visual, as pessoas do século 23 terão perdido esta tecnologia.
  • Todas as mulheres solteiras têm um gato.
  • Ao conduzir um automóvel, mesmo numa reta, é necessário virar constantemente o volante com força para a direita e para a esquerda.
  • Não importa que se esteja em desvantagem numérica numa luta que envolva artes marciais; os inimigos esperam pacientemente para atacar um por um, dançando à volta em atitude ameaçadora até que o seu predecessor seja posto fora de combate.
  • Quando se apaga a luz para dormir, o quarto fica sempre iluminado, apenas um pouco escurecido.
  • Os cães sabem sempre quem são os malvados.
  • Independentemente dos estragos que uma nave espacial sofra durante um ataque, o sistema de gravidade interna nunca é afetado.
  • Em vez de gastarem balas, os megalomaníacos preferem matar os seus principais inimigos através de dispositivos complicados que envolvem rastilhos, roldanas, gases tóxicos, lasers e tubarões e que permitem que os seus prisioneiros tenham pelo menos 20 minutos para fugir.
  • Muitos instrumentos musicais, especialmente os de sopro e os acordeões podem ser tocados sem mover os dedos.
  • Um detetive só consegue resolver um caso se tiver sido suspenso do serviço.
  • Se alguém decidir dançar na rua, qualquer outra pessoa com que se cruze conhece todos os passos da dança.

______________________________________________________________

quarta-feira, 11 de agosto de 2010

Seja bem vindo (novamente)


Primeiramente peço desculpas por todo o tempo que passei sem postar por aqui (quase 2 semanas). Os últimos dias realmente foram muito corridos e pouco tempo me sobrou para escrever – mas continuo dando minha opinião sobre as mais diversas coisas.
Ironicamente o texto que segue abaixo não é um raciocínio meu; eu recebi ontem por e-mail e decidi repassar a todos - ja que concordo com cada sílaba.

Por José Ilan

"Perdi a conta de quantas entrevistas já fiz com uma das figuras mais carismáticas e emblemáticas que conheci no futebol. Já foram, seguramente, mais de cem. Dessas, pelo menos umas cinco ou seis exclusivas. Sem falar nos incontáveis bate-papos informais, aqueles “em off”. Algumas resenhas foram tão marcantes - ou engraçadas - que lembro até das palavras usadas pelo gaúcho.

Muitas dessas conversas - fora do microfone - foram em 2008, quando cobri pela TV Globo toda a campanha do Fluminense na Libertadores. Viagens seguidas, horas de atraso em aeroportos, enfim, muita conversa fiada com Renato pelos cantos.

E posso afirmar: ele mudou de ideia.

Ao confirmar que aceitou o convite, o procurador do jogador avisa que é um “velho sonho” dele. Acredito mesmo que seja. Mas ERA um sonho do qual sempre procurou manter cautelosa distância. Renato falou sobre o assunto comigo, vá lá, pelo menos duas vezes. Uma delas em Porto Alegre mesmo, em 2006, quando dirigia o Vasco e foi enfrentar o tricolor gaúcho no Olímpico. Naquele dia, mesmo como adversário, o herói do título mundial de 1983 foi homenageado com honras reservadas só aos ídolos máximos e intocáveis. Primeiro, passou por uma visita emocionada pela linda galeria de conquistas e troféus mantida pelo clube que o consagrou. Me lembro de como Renato estava sinceramente emocionado com tudo aquilo. Depois, testemunhei a adoração coletiva e uníssona da torcida gremista ao saudar o homem que desfilou acenando pelo campo, e chegou ao banco de reservas cruzmaltino de camisa azul, em homenagem… Ao adversário (Que aliás perderia o jogo para o time misto do Vasco por 2 a 1)!!

Neste dia, se não me engano no hotel em que o Vasco se concentrou, Renato falou da adoração recíproca que tinha pelo tricolor e sua torcida. Quando perguntei se não pensava em ser treinador por lá, me disse: “Eu?!! Treinador é vidraça! Perdeu duas, três, já viu. Aqui eu sou Deus.Vou correr risco de arranhar isso?! Tô fora! Deixa o Grêmio aqui, eu prefiro torcer.”

O discurso foi parecidíssimo quando voltamos ao assunto, já na época em que ele dirigia o Fluminense, numa das fases em que era contestado pela torcida carioca. Algo como: “Tá vendo?! Torcedor tem memória curta. Por isso que não trabalho no Grêmio. Lá não vou deixar isso acontecer”.

Significa que sou contra a decisão de Renato, de assumir o “Imortal Tricolor”? Absolutamente não!! Muito pelo contrário.

Acho que são duas decisões acertadas: A do clube, que num momento difícil resgata um nome capaz de unir todos - do porteiro ao mais exigente torcedor da “geral” - em torno da recuperação. E decisão acertada do próprio Renato, que tem personalidade suficiente para encarar o desafio. Dentro ou fora de campo, nunca foi de fugir das dificuldades. Perdeu, ganhou, teve sucesso ou fracassou. E com tudo isso, amadureceu; acho que tem todas as condições de melhorar a situação do clube onde fez seu nome. E, sinceramente, ao largar um clube onde fazia campanha razoável na Série B para assumir e acudir aquele do qual faz parte da história, não creio que possa, num eventual fracasso, sair tão desgastado assim.

O Grêmio não vai brigar pelo título brasileiro este ano, e a torcida já sabe disso. Mas se Renato Gaúcho repetir a dedicação que tantas vezes testemunhei, e alguns bons trabalhos que já fez, certamente o time vai subir na tabela; No mínimo, terminar a temporada sem sustos. Com um pouco de otimismo, até se aproximar do bloco de cima e pensar em ser feliz na Copa Sul-Americana.

Pois Renato mudou de ideia; volta pra casa com algumas rugas, a velha coragem, o indiscutível carisma, a divertida marra, o bom trato com jogadores, as deliciosas histórias, e uma vontade de ganhar que poucos têm nesse mundo da bola".

_____________________________________________________________