Receba as nossas atualizações em seu email.

quarta-feira, 30 de junho de 2010

Curiosidades


Já li muita coisa sobre curiosidades mas sinceramente nunca tinha visto nada parecido com o que encontrei esses dias.
Por e-mail eu recebi a “informação” que se você ficar gritando por 8 anos, 7 meses e cinco dias, terá produzido energia sonora suficiente para aquecer uma xícara de café. Sinceramente não parece valer a pena. Eu acho...

Mas e se eu disser que se você peidar constantemente durante 6 anos e 9 meses, terá produzido gás suficiente para criar a energia de uma bomba atômica. Melhor, não?

A partir disso eu fiquei me perguntando o que mais eu poderia encontrar sobre essas curiosidades bizarras. Confira abaixo algumas:

  • O coração humano produz pressão suficiente para jorrar o sangue para fora do corpo a uma distância de 10 metros.
-Uma informação muito útil..

  • O orgasmo de um porco dura 30 minutos!!
-Caralhoooooo!!

  • Uma barata pode sobreviver 9 dias sem sua cabeça até morrer de fome.
-Eu ainda estou pensando no porco...

  • Bater a sua cabeça contra a parede continuamente gasta em média 150 calorias por hora.
-Ótima dica Pra quem já tentou todas as dietas possíveis e não obteve sucesso...

  • O louva-deus macho não pode copular enquanto a sua cabeça estiver conectada ao corpo. A fêmea inicia o ato sexual arrancando-lhe a cabeça.
-Tenso hein...

  • A pulga pode pular até 350 vezes o comprimento do próprio corpo. É como se um homem pulasse a distância de um campo de futebol.
-Trinta minutos...que porco sortudo! Dá pra imaginar?

  • O bagre tem mais de 27 000 papilas gustativas.
-O que é que pode haver de tão saboroso no fundo de um rio?

  • Alguns leões se acasalam até 50 vezes em um dia.
-Que porco sortudo....qualidade é melhor que quantidade!

  • As borboletas sentem o gosto com os pés.

  • O músculo mais forte do corpo é a língua.
-Hmmmmmmmm...

  • Pessoas destras vivem em média 9 anos mais do que as canhotas.
-Bom pra mim...

  • Elefantes são os únicos animais que não conseguem pular.
-Também não conseguem ter orgasmos de 30 minutos...

  • A urina dos gatos brilha quando exposta à luz negra.

  • O olho de um avestruz é maior do que o seu cérebro.
-Conheço gente assim.

  • Estrelas-do-mar não têm cérebros.
-Conheço gente assim também

  • Ursos polares são canhotos.
-Isso quer dizer que viverei 9 anos a mais que eles.

  • Seres humanos e golfinhos são as únicas espécies que fazem sexo por prazer.
-E aquele porco???



Junho...


Mês de Copa do mundo e o game mais querido do Brasil teve uma breve pausa, mas ainda podemos contabilizar o mês.
Meu time continua liderando 3 ligas (mas o destaque é para a liga Grêmio - 281º, minha melhor colocação desde que comecei no Cartola FC), já na liga nacional a chapa esquenta, vocês sabem... Confira abaixo:

  • Liga Arial Black 2

Rof FBPA
2º Luis Alfredo FC
3º Micael Mania

  • Liga Babahunters
Rof FBPA
2º Luis Alfredo FC
3º Oz Invencíveis

  • Liga I.E.P.
Rof FBPA
2º Luis Alfredo FC
3º Micael Mania

  • Liga Super 90
1º U.S.V. FC
2º Ditec PB
3º Jokafi
Rof FBPA

  • Liga Grêmio
1º Bomba FC
2º Moribundos FC
3º Rasta Soccer
281º Rof FBPA


  • Liga Nacional
1º Gurigóó Crew
2º Tricolor 2010
3º Tricolor Paulista
4841º Rof FBPA

terça-feira, 29 de junho de 2010

Guerra ao Terror - crítica

Demorou... mas assisti!


As vezes eu tenho a impressão que aquelas conspirações cósmicas que os astrólogos tanto falam, de fato existem; o que mais poderia explicar o fato de eu ter passado tanto tempo sem assistir Guerra ao Terror (The hurt locker, 2008)?

Bem, talvez o Sol tenha entrado na zona de Vênus e acabou jogando a Terra no anel de Saturno. Vai saber... só isso pode ter gerado uma reação em cadeia capaz de manter-me longe de um filme que quase todos assistiram. E não é um filme qualquer.

Desde o lançamento (aqui no Brasil o filme saiu direto em DVD) essa obra tem recebido muitos elogios – principalmente pela forma como abordou um tema tão escroto como a guerra do Bush, digo, do Iraque. E Guerra ao Terror tem tudo mesmo para brilhar e ser eternamente lembrado tal como Platoon (idem, 1986) ou Apocalypse now (idem, 1979), afinal, está a altura destas produções, com cenas marcantes, um protagonista inesquecível e uma história tão profunda quanto a maloca em que se escondeu aquele outro protagonista daquela outra guerra. A do Afeganistão.

A guerra é uma droga.

O filme conta a história dos últimos dias de ocupação de um esquadrão anti bombas no Iraque. 38 dias é o que os separam do retorno as suas casas, banhos quentes, comida de verdade, brigas conjugais e um monte de outras porras cotidianas que só uma vida normal pode nos oferecer.
O clima de ansiedade aumenta na medida que os dias se passam e as coisas complicam-se ainda mais quando a equipe presencia a morte de seu líder numa operação de rotina nas ruas do país do finado Ditador bigodudo. Desnorteado, o esquadrão precisa de um novo chefe de equipe para finalizar a missão na terra de Saddam.

É aí que entra em cena o personagem mais hard core do cinema nos últimos anos: Sargento Willian James (Jeremy Renner, de Extermínio 228 weeks later, 2007).
Eu poderia usar os trocentos adjetivos que vivo aprendendo nos passatempos das revistas Coquetel e ainda assim não chegaria nem perto da descrição exata desse cara. Putz... Você pode vê-lo como louco, psicótico, selvagem, assassino, suicida... esse homem é mais que todos os rótulos; é mais que um mero viciado em adrenalina daqueles que saltam de aviões em movimento usando para-quedas made in Taiwan.
Will é totalmente dependente desse contexto em que vive e necessita de doses diárias de situações que só um conflito armado pode proporcionar. A guerra corre em suas veias...

Is Evolution Babe.

Desde 2003 quando veio a tona uma papelada da CIA jurando de pés juntos que Saddam e sua patota possuíam um número maior de armas de destruição que o de cacarecos no cinto do Batman, Hollywood explora esse tema, sempre apelando para o “papo cabeça” do vazio existencial dos pelotões e as reações que isso pode desencadear. A conquista da honra (Flags o four fathers, 2006) e Soldado Anônimo (Jared, 2005) são os maiores exemplos disso, acho...

Em Guerra ao Terror também podemos ver isso, mas a diretora Kathrin Bigelow ousa em ir além. A intenção é nos mostrar a complexa relação entre homens e seus ideais – ou obsessões, chame como quiser. Até onde você iria em nome daquilo que o motiva?

Guerra ao Terror não é apenas mais um filme que decide escrafunchar a palhaçada que foi (e ainda é) a Guerra no Iraque e muito menos futucar a ferida dos soldados que puseram os seus rabos na linha de frente para defender razões que nem entendiam direito. Esse filme tem uma missão a cumprir: mostrar a todos que mesmo os temas mais escrotos e saturados ainda podem resultar em obras dignas de um ingresso de cinema.
Missão cumprida!


Se você gostou desse filme:
Assista:
  • Soldado Anônimo (Jared, 2005)
Evite:
  • Tigerland - A caminho da Guerra (Tigerland, 2000)
_____________________________________________________________
Informações úteis

  • Titulo original: The Hurt Locker
  • País: EUA
  • Ano: 2008
  • Duração: 131 min.
  • Gênero: Ação
  • Direção: Kathryn Bigelow
  • Elenco: Jeremy Renner, Anthony Mackie, Brian Geraghty, Guy Pearce, Ralph Fiennes, David Morse, Evangeline Lilly.
  • Avaliação: 4 (bom)
  • Filme completo: Download aqui
Informações (in)útéis
Sobre o filme:
  • Quando vi? 26/06/2010
  • Com quem?
  • Quantas vezes? Duas vezes sem tirar de dentro - sem trocadilhos...
  • O que senti? Nooossa. foi bom hein... rss
Sobre o texto:
  • Quando escrevi? 27/06/2010
  • Onde estava? Em casa
  • O que escutava? Avantasia - The Scarecrow
  • O que ingeria? Cerveja
Trailer oficial:



Luiza Possi - Bons ventos sempre chegam

Bons Ventos Sempre Chegam é o quinto álbum da cantora Luiza Possi, que vem com 13 canções inéditas- seis delas assinadas pela própria artista, a maioria em parceria com Dudu Falcão, incluindo “Tudo Certo”, sucesso nas rádios de todo o País. Outro destaque do disco é sua música de abertura, “Vou Adiante”, uma versão de Chico César para a letra do cantor africano Lokua Kanza, além de “Pode me Dar”, inédita de Lula Queiroga; “Ao meu Redor”, parceria de Samuel Rosa e Chico Amaral; e “Agora é Tarde”, de Moska. Max Viana assina a produção artística do CD.
Vale a pena conferir!

Lista de Músicas:

  1. Vou adiante
  2. Tudo Certo
  3. Queixo caído
  4. Toda vez
  5. Eu espero
  6. Pode me dar
  7. Cantar
  8. Pipoca conteporânea
  9. Agora é tarde
  10. Ao meu redor
  11. De graça
  12. Paisagem
Download aqui.



segunda-feira, 28 de junho de 2010

O mais feliz do mundo


Para aliviar a crise de abstinência, tem jogo do Grêmio no domingo. Amistoso, mas com o tempero de uma carga de simbolismo muito especial. O jogo em Rivera homenageia um certo cidadão daquela cidade. No futebol, o homem que o destino transformou no mais realizado e feliz do mundo. Como você se sentiria se, nascendo na divisa entre dois países, acabasse simpatizando por uma equipe de cada lado. Se viesse a se tornar jogador de uma delas e acabasse ganhando uma Libertadores em cima do rival da outra. Já seria uma boa história para contar. Mas o destino, esse grande brincalhão, não se dá por satisfeito. No ano seguinte conquista o Mundial e logo após assina contrato com seu outro time do coração. Recebido com honras de agradecimento pelo recente feito. Dois anos depois de chegar, tu volta a levantar a Taça Libertadores. Podia parar por aí. Tu é campeão da América pelos dois clubes do coração, a realização completa. Quase. Essa taça podia ser levantada em cima do rival do seu primeiro clube. E o destino da um jeito nisso também, com a pitada final de mais um Mundial na seqüência.
Esta é a história de Hugo de León. Campeão da América pelo Nacional em 1980 em cima do outro time de Porto Alegre. Campeão da América pelo Grêmio em 1983, contra o outro time de Montevidéu. É este cara que será homenageado no domingo, num amistoso que prepara Grêmio e Nacional para os campeonatos de seus países, mas que o resultado pouco importa. Um jogo que já teve três vencedores.
Outra curiosidade é que a homenagem continua uma semana depois, em outro amistoso no mesmo local, este já está sendo chamado de Troféu Vítimas de Hugo De León.

terça-feira, 22 de junho de 2010

Campanha Dia das Mães

Empresa: Alvo comunicação
Data: 22 de Abril de 2010

Serviços:
  • Montagem
  • Banner
  • Cartão
Adoro campanhas de Dia das Mães pois são sempre layouts simples e tocantes. Este ano (ao contrário dos outros anos) trabalhei em uma campanha apenas e aí está ela:





segunda-feira, 21 de junho de 2010

Gateway 2


Gateway 2, a sequência do bem sucedido do jogo de Escape "Gateway" criado por Anders Gustafsson foi liberada para nós!

Jogo genial e muito interessante. Use o mouse para mover o robô e interagir com o ambiente. Mais uma vez, o jogo inclui um 3D muito agradável e alguns puzzles simples. E mais uma vez, o resultado final é um jogo muito polido e elegante, fácil de jogar e muito divertido. Altamente recomendável para uma pausa de 120 minutos!

Jogue agora AQUI.

O jogo tem um certo nível de complexidade, se sentirem dificuldades em algum setor peçam ajuda através dos comentários.
Terminei o Jogo em 2:30:00hs.

Divirtam-se!

sexta-feira, 18 de junho de 2010

"Mulher bunda-mole"


Este e-mail me foi enviado por Daniela Moraes, uma grande amiga - que dedicou o e-mail a todas as mulheres pró-ativas da terra... Não que ela me ache uma mulher. rss
O texto foi retirado do livro "Este sexo é feminino" de Patrícia Travassos.
Confira abaixo; Vale a pena.


Belinha acordou às seis, arrumou as crianças, levou-as para o colégio e voltou para casa a tempo
de dar um beijo burocrático em Artur, o marido, e de trocarem cheques, afazeres e reclamações.
Fez um supermercado rápido, brigou com a empregada que manchou seu vestido de seda, saiu como sempre apressada, levou uma multa por estar dirigindo com o celular no ouvido e por estacionar em lugar proibido, enquanto ia, por um minuto, ao caixa automático tirar dinheiro.
No caminho do trabalho , pensava quando teria tempo de fazer a unha e pintar o cabelo antes que se transformasse numa mulher grisalha.

Chegando ao escritório, foi quase atropelada por uma gata escultural que, segundo soube, era a nova contratada da empresa para o cargo que ela, fez de tudo para pegar, mas que, apesar do currículo excelente e de seus anos de experiência e dedicação, não conseguiu.
Pensou se abdomem definido contaria ponto, mas logo esqueceu a gata, porque no meio de uma reunião ligaram do colégio de Clarinha, sua filha mais nova, dizendo que ela estava com dor de ouvido e febre.
Tentou em vão achar o marido e, como não conseguiu, resolveu ela mesma ir até o colégio.
Saiu esbaforida e encontrou seu carro com pneu furado.
Pensou em tudo que ainda ia ter que fazer antes de fechar os olhos e sonhar com um mundo melhor.
Abandonou a droga do carro avariado, pegou um táxi e as crianças.
Quando chegou em casa, descobriu que tinha deixado a pasta com o relatório que precisava ler para o dia seguinte no escritório!
Telefonou para o celular do marido com a esperança que ele pudesse pegar os malditos papéis na empresa, mas continuava fora de área.
Tomou banho, deu o jantar para as crianças, fez os deveres com eles e botou para dormir.
Artur chegou puto de uma reunião em São Paulo, reclamando de tudo. Jantaram em silêncio.
Na cama ela leu metade do relatório e começou a cabecear de sono. Artur a acordou com tesão, a fim de jogo. Como aqueles momentos estavam cada vez mais raros no casamento deles, ela resolveu fazer um último esforço de reportagem e transar.
Deram uma meio rápida, meio mais ou menos, e, quando estava quase pegando no sono de novo, sentiu uma apalpadinha no seu traseiro com o seguinte comentário:
- Tá ficando com a bundinha mole, Belinha... deixa de preguiça e começa a se cuidar..
Belinha olhou para o abajur de metal e se imaginou martelando a cabeça de Artur até ver seus miolos espalhados pelo travesseiro!
Em seguida usou a técnica que aprendeu num livro de auto-ajuda: como controlar as emoções negativas.
Respirou três vezes profundamente, mentalizando a cor azul, e ponderou. Não ia valer a pena, não estamos nos EUA, não conseguiria uma advogada feminista caríssima que fizesse sua defesa alegando que assassinou o marido cega de tensão pré-menstrual...
Resolveu agir com sabedoria.

No dia seguinte, não levou as crianças ao colégio, não fez um supermercado rápido, nem brigou com a empregada. Foi para uma academia e malhou duas horas.
De lá foi para o cabeleireiro pintar os cabelos de acaju e as unhas de vermelho.
Enquanto se hospedava num spa, ouviu o marido desesperado tentar localiza-lá pelo celular e descobrir por que ela havia sumido.
Pacientemente não atendeu. E, como vingança é um prato que se come frio, mandou um recado lacônico para a caixa postal dele.
- A bunda ainda está mole. Só volto quando estiver dura.

Um beijo da preguiçosa...

quinta-feira, 17 de junho de 2010

O que diabos é Tcha Tcha??

A Copa do Mundo é tema de 9 entre 10 comerciais no Brasil, e provavelmente, em muitos países nas últimas semanas. Só se vê verde e amarelo por aí afora, em tudo o que é propaganda, é futebol, é festa, aquele clima todo. Tomara que seja assim até o dia 11 de julho, torcendo para o Brasil chegar à final.

E com tanto comercial envolvendo a Copa do Mundo, é claro que tinha que ter propaganda bizarra. Essa última da Hyundai é um exemplo perpeito disso.
Um novo jeito de comemorar? Tcha-tcha?

O mais impressionante é ver o desperdício de dinheiro, com tanta gente (mesmo figurante) e com uma produção cara como essa. Sem contar que a proposta é ridícula. Para mim, esse foi o típico caso de dinheiro mal investido. E toda vez que vejo essa propaganda, não me conformo por ela continuar no ar.

Confira:

quarta-feira, 16 de junho de 2010

Itaú é a marca mais valiosa do Brasil!!


Segundo estudo da consultoria Interbrand, o Itaú é a marca mais valiosa do Brasil, de acordo com o ranking divulgado no dia 10. O banco apresentou o maior valor de marca, registrando R$ 20,651 bilhões. O Bradesco é o 2° colocado da lista, com valor de marca de R$ 12,381 bilhões. Tenho certeza que a família Setubal ficou ainda mais feliz por deixar um grande concorrente para trás.

Em 3° lugar vem a Petrobras, que teve sua marca avaliada em R$ 10,805 bilhões. Outra instituição financeira, o Banco do Brasil está na 4ª colocação, com o valor total de R$ 10,497 bilhões.

Em 5° lugar aparece a primeira marca de produto, e não de empresa. É a cerveja Skol, com valor de R$ 6,593 bilhões. Também da Ambev, as marcas Brahma (7ª colocada) e Antarctica (8ª colocada) figuraram entre as 10 primeiras. Se somadas com o valor de marca da Skol, o número chegaria a R$ 11,953 bilhões, na frente da Petrobras.

A Interbrand, líder mundial há mais de 30 anos em consultoria, estratégia e estudos de marcas, e pioneira no desenvolvimento do método de avaliação de marcas, lançou o Ranking Interbrand das Marcas Brasileiras Mais Valiosas de 2010. Com a experiência de avaliação de mais de 5 mil marcas no mundo, a empresa é considerada uma referencia mundial. Veja abaixo os principais resultados apurados:

Ranking Interbrand das Marcas Brasileiras mais Valiosas 2010
(valores em milhões de reais):

1. Itaú: R$ 20.651
2. Bradesco: R$ 12.381
3. Petrobras: R$ 10.805
4. Banco do Brasil: R$ 10.497
5. Skol: R$ 6.593
6. Natura: R$ 4.652
7. Brahma: R$ 3.607
8. Antarctica: R$ 1.753
9. Vivo: R$ 1.468
10. Renner: R$ 780
11. Embratel: R$ 730
12. Banrisul: R$ 645
13. Lojas Americanas: R$ 601
14. Cyrela: R$ 545
15. Oi: R$ 472
16. Braskem: R$ 449
17. TAM: R$ 347
18. NET: R$ 294
19. Marisa: R$ 196
20. Hering: R$ 144
21. Gafisa: R$ 129
22. Havaianas: R$ 113
23. Gol: R$ 108
24. Positivo: R$ 103
25. Lopes: R$ 87

terça-feira, 15 de junho de 2010

Fúria de Titãs - crítica

Nada é tão ruim que não possa piorar!


Olha, eu não sei bem o que leva cerca de 70 milhões de pessoas aos cinemas para assistir um filme que toda a crítica mundial baixou o pau... Sei que vocês devem estar falando agora: Ah, mas a maioria dos críticos de cinema são muito rígidos, se apegam a fatores que a maioria dos espectadores nem sabem direito o que significa, ou como são desenvolvidos – como edição, fotografia, design... sem falar que na realidade muitos de nós já assistiu (e gostou) de algum filme que a crítica mundial tenha enxugado a língua em cima... mas nesse caso a opinião é unânime: Esse filme não presta!
Quando Fúria de Titãs chegou aos cinemas eu já sabia que não se tratava de nenhuma obra prima, contive a curiosidade e esperei alguns conhecidos assistirem primeiro (cobaias voluntárias) e me passarem suas opiniões. Quase um mês depois eu já tinha escutado todo tipo de coisa a respeito - todas ruins, é importante que se diga. Perdi a paciência e decidi assistir a bagaça épica.
Fúria de Titãs (pra quem não sabe) é um remake de uma produção homônima da década de 80 que qualquer pessoa com paciência para assistir Sessão da Tarde com certeza já viu ao menos uma das milhares de vezes em que foi exibido; todas essas pessoas sabem também que ele não é lá essa coca-cola toda – a única coisa que chama um pouco mais de atenção é a bizarra técnica de Stop motion que foi usada para dar vidas aos monstrengos. Há quem goste...
A nova versão, porém, consegue ter um nível inferior ao do clássico das tardes ociosas e não agrada nem aos que simpatizavam com a versão antiga. Decepcionante.

Perdoa Pai, eles não sabem o que fazem...

Os (i)responsáveis por essa lambança são Louis Leterrier (diretor do bom “O Incrível Hulk”) e seu elenco formado pelo insosso Sam Worthington (Avatar), que interpreta Perseus, o Semideus esquentadinho; o sonolento Ralph Fiennes (Guerra ao Terror), dá vida ao Senhor do submundo Hades e o instável Liam Nesson (Batman Beggins), é o todo poderoso Zeus.
A história é simples: um punhado de marmanjos trajando saiotes declaram guerra ao Deuses do Olimpo, que por sua vez contra-atacam. Hades, o típico advogado do Diabo, vive a procura de motivos para fazer o circo pegar fogo e ao ver a putaria que rolava solta na cidade de Argos, decidiu dar uma de X-9 e dedurar a negrada aos outros Deuses. Os humanos deviam sofrer para pagar pela sua rebeldia; Hades decide pedir aos humanos a belíssima Andrômeda em sacrifício ao Kraken – uma espécie de primo feio do Godzila, que o Senhor das partes baixas (sem trocadilhos) solta para tocar o terror a área.

Vai ser feio assim lá no submundo!

Olha, quem acha que o sorriso do Tevez é feio, é porque ainda não assitiu esse filme. Isso sim é que é feiúra - Aliás é feio e sofrível!
As cenas de ação não convencem; são confusas , mal coreografadas, lentas e escuras – se você optar pelo formato 3D poderá sair do cinema traumatizado. Consegue ser ainda pior.
Mas o show de bizarrices não param por aí; entenda que os Titãs que o título vende tão bem, nem chegam a dar o ar de sua graça e o filme se passa após a época deles – a única menção feita a eles é logo no princípio quando a narradora (com aquela voz clichê de atendente de Telesexo, digo Telemarketing) nos informa que os Titãs foram exterminados pelo Medonho Kraken – que quase não aparece também...
Em meio a tanto terror (por parte da platéia, claro) alguns efeitos especiais se salvam, como o Pégaso e o próprio Kaken – colossal como a narradora do início nos havia dito; talvez a maior criatura concebida para a telona. Sei lá, mas o bicho é grande!
Entretanto, a beleza de alguns cenários e a perfeição de algumas criaturas acabam sendo ofuscados pela falta de qualidade nos outros quesitos – alguns de tão ruins chegam a ser engraçados. Seria trágico se não fosse cômico.
Posso continuar dizendo que a maquiagem é de 5ª e a composição dos personagens é tão eficiente quanto um time que perde por 15 x 0! Nada funciona bem nessa porra.
Impossível não rir do protagonista (Perseus) que mais perece alguém foragido de algum Hospital Psiquiátrico de segurança máxima; das ofuscantes lantejoulas da fantasia carnavalesca de Zeus ou da rouquidão de Hades, que faria até o Louis Armstrong sentir profunda inveja.
Leterrier não conseguiu explorar nem mesmo um batido (e eficiente) clichê do gênero: O culto ao corpo.
Guerreiros viris e sarados; donzelas em trajes mínimos (ou sem eles); mamilos salientes ou pelo menos uns decotes já poderiam ao menos valer o ingresso. Mas não espere por isso; o preparo físico dos guerreiros é análogo ao dos pugilista da categoria Peso-Mosca e as donzelas possuem menos curvas que uma pista de atletismo; nem uma barriginha aparece, que dirá uma tetinta – até mesmo a medusa (feia como uma diarréia) que vive nas profundezas do submundo, usa um sutiã horrível que não excitaria nem um ninfomaníaco...

Pra mim, Fúria de Titãs perdeu uma ótima oportunidade para destacar-se num gênero repleto de clichês e roteiros repetidos. Mas serve para nos lembrar uma lição que aprendemos a alguns anos com a Lei de Murphy: nada é tão ruim que não possa piorar!

Se você gostou desse filme:
Assista:
  • Fúria de Titãs (Clash of Titas, 1982)
Evite:
  • A Trilogia do Anel
_____________________________________________________________
Informações úteis

  • Titulo original: Clash of Titas
  • País: EUA
  • Ano: 2010
  • Duração: 110 min.
  • Gênero: Ação / Trash
  • Direção: Louis Leterrier
  • Elenco: Sam Worthington, Ralph Fiennes, Liam Neeson, Gemma Artenton, Danny Huston, Alexa Davalos, Izabella Miko, Jason Flemyng, Luke Evans
  • Avaliação: 1 (Péssimo)
  • Filme completo: Download aqui
Informações (in)útéis
Sobre o filme:
  • Quando vi? 05/06/2010
  • Com quem?
  • Quantas vezes? Uma vez já foi o bastante...
  • O que senti? Enjôo
Sobre o texto:
  • Quando escrevi? 13/06/2010
  • Onde estava? Em casa
  • O que escutava? Angra - Rebirth
  • O que ingeria? Coca (cola)
Trailer oficial:



segunda-feira, 14 de junho de 2010

A ressurreição


É Copa do Mundo e ninguém consegue falar de outra coisa em todo o planeta. Nesse domingo, porém, nós fomos obrigados a mudar o foco por 90 minutos e fomos direto dos gramados Sul Africanos para as escaldantes pistas canadenses.
A 8ª etapa da Fórmula 1 2010 trazia consigo a incógnita dos pneus. Como as equipes reagiriam a instabilidade dos borrachudos da Bridgestone? Eis a questão...

No grid, Lewis Hamilton quebra a hegemonia das RBR’s e aparece na 1ª fila – ao lado de uma RBR, claro. A de Vettel, nesse caso. O que o negão inglês não sabia, é que a pedra no seu sapato não seria o moleque porra-loka da RBR e sim um antigo desafeto...

Após uma largada pouco tumultuada (com destaque apenas para as 5 ultrapassagens de Michael Schumacher) o divertimento ficou por conta do embate entre o britânico e o garoto inconseqüente da RBR, Sebastian Vettel; mas como eu já havia mencionado antes, a principal disputa no circuito de Montreal não seria este.

Então Vamos ao Combate Principal:

  • De um lado, Lewis Hamilton: Nego, inglês, sortudo e sorridente por pegar a gostosa da vocalista do grupo Pussycats dolls, Nicole Scherzinger. Ô inveja...

  • Do outro lado, Fernando Alonso: Branquelo, espanhol, azarado e mal humorado – talvez por não pegar nenhuma famosa boazuda; quem sabe...

Foi só começar as trocas de pneus para (re)começar o FIGHT entre os dois – o “1º round” já tínhamos visto no treino oficial; Deu Hamilton.

Após a parada ambos saem lado a lado, no maior empurra-empurra. O espanhol foi mais competente no empurrão, sái na frente e vence o 2ª round!

Alonso 1 x 1 Hamilton

Após a parada dos “lutadores” Buemi assume a 1ª posição. Alguns minutos depois, Buemi, Alonso e Hamilton começam a se espetar na disputa pela liderança da prova. Alonso tenta, mas Hamilton ultrapassa ambos e vence o 3º Round!

Alonso 1 x 2 Hamilton

Volta 26, a McLaren de Hamilton sofre com o desgaste dos pneus; Alonso aproveita para pressionar o inglês... Acuado, Hamilton vai para os boxes; Alonso reassume a liderança e vence o 4º round! Não perca as contas:

Alonso 2 x 2 Hamilton

Alonso, agora na frente sente na pele o que o seu oponente vinha sofrendo: os pneus de sua Ferrari também não suportam ao calor escaldante do Canadá, Alonso cái de produção e tem que retornar aos Boxes; Hamilton Volta a Liderança e vence o 5º round!

Alonso 2 x 3 Hamilton

Mas essa luta ainda tinha um último round e foi o mais emocionante! Alonso após a última parada já não produzia tanto quanto antes, Hamilton aproveitou-se dessa fragilidade para abrir vantagem e fazer o espanhol comer o máximo de poeira possível e selou sua vitória ao ver a McLaren de seu companheiro de equipe Jenson Button ultrapassar Fernando Alonso e liquidar a fatura!

Alonso 2 x 4 Hamilton

Com a vitória Hamilton também alcançou a liderança do mundial de pilotos e aumentou a vantagem da McLaren no mundial de construtores.
Um pódio sem pilotos da RBR, com um Alonso com Cara de poucos amigos e com os pilotos da McLaren felizes da vida por voltarem a época das “vacas gordas”.
A Fórmula 1 2010 continua recheada de surpresas – mas algumas coisas nunca mudam...

A lição involuntária da palhaçada


Por Cristian Bonatto

Nós, homo sapiens do gênero masculino, temos por natureza um déficit de sensibilidade, por vezes confundido com falta de amor ou grossura mesmo, por esposas e filhos. Isso nos impede por vezes, de lembrar datas de aniversário, nos faz confundir idades e séries do colégio.
Com as mulheres, agimos da mesma forma. Reclamamos do tempo que levam para se arrumar para sair, quando finalmente ficam prontas e lindas, nos damos conta de como valeu a pena. Mas não dizemos nada, no geral, esperamos que elas entendam isso com aquele tapinha na bunda. Chegamos sim a imaginá-las naquelas botas de 400 reais da vitrine que ela nos levou “sem querer”, só que por mais que a imagem tenha ficado ótima na cabeça, fica por lá. O que sai é o comentário sobre o custo/benefício de uma peça que ela já tem várias.

Se a arte imita a vida, a vida imita o futebol, às vezes até com mais propriedade. São inúmeras as situações do mundo da bola, dentro e fora de campo, que explicam isto. Ás vésperas do dia dos namorados, talvez Felipão tenha nos dado, de forma sutil, uma lição involuntária sobre aquilo que as mulheres estão dizendo quando falam em “demonstrações de afeto (de preferência públicas)”.

Por quase um mês, a imprensa local criou e alimentou insistentemente a especulação de que Luiz Felipe Scolari, Gremista cônsul em Porto Alegre, estaria se acertando com o rival. Desrespeitaram a honra e ignoraram a hombridade di il padrino. A sustentação ia ficando criativa. Acertaram o salário, sugeriram uma hipotética vontade do Felipão em ser vencedor nos dois lados e colocaram até a mulher dele no meio. A torcida do outro time de Porto Alegre se iludiu, Revelou-se a admiração ao Gremista Felipão até pelos mais resistentes. Sonharam com ele e pronto, falaram.

Admita, te pegaram também. Teve gremista convencido do “fato” e outros no mínimo com uma pulga atrás da orelha. Estaria Scolari nos apunhalando pelas costas? Será que o Felipão não era mais o mesmo? Iria colocar dinheiro acima de seu Gremismo como um mortal qualquer? Diria “…mas sou um profissional acima de tudo”, a frase destruidora de caracteres? Nem ouvindo da boca do próprio, acreditaríamos. Mas precisávamos da sua manifestação.

Talvez por ter mais o que fazer, e por achar que já tinha sido claro o suficiente quando mandou prender quem teve essa idéia, Felipão nada falava. Só na sua esperada segunda manifestação oficial, em que DESENHOU para quem precisava a sua condição de GREMISTA que NUNCA realizará nenhum trabalho na equipe RIVAL, foi que conseguiu encerrar o assunto.

Seja qual foi teu grau de preocupação nessa palhaçada toda, diz aí, tu ficou aliviado e feliz com as palavras do Mestre. Agora, seu grosso e insensível homo sapiens do gênero masculino, tu sabe qual a sensação da tua namorada, esposa e filhos em relação ao teu silêncio. Neste Dia dos Namorados leva tua mulher na churrascaria, sobe no Buffet e recita “Pra ti Guria” do Jaime Caetano Braum, bem alto. Se tu é bem macho.

sábado, 12 de junho de 2010

Publicidade também é arte!

A AT & T, operadora de telefonia celular, lançou uma campanha mundial para divulgar que a empresa está presente em diversos países do mundo. E para cada nação, pegaram características locais para desenvolver a campanha. Claro que para o Brasil o tema foi Carnaval, mas tudo bem.
O fato é que cada peça parece uma obra de arte. E em todas foram usadas mãos, um telefone, pintura e muita criatividade para recriar o ambiente de diferentes países. Fantástico, muito legal mesmo!Confira abaixo.

Australia:

Bahamas:


Brasil:


Canadá:


China:


Costa Rica:

Egito:


Inglaterra:


França:


India:


Italia:


Japão:


México:


Marrocos:


Holanda:


Noruega:


Paraguai:


Rússia:


África do Sul: