Receba as nossas atualizações em seu email.

terça-feira, 17 de agosto de 2010

Marketeiros profissionais na PF?


Todos por aqui já se acostumaram com as minhas análises sobre campanhas publicitárias. Com certeza já se surpreenderam com a criatividade dos profissionais dessa área em todo o mundo. Muitos realmente são geniais.
Hoje vamos além disso; mostrarei a vocês o quanto o marketing de uma forma geral ataca a tudo e torna as coisas mais interessantes e mais “digeríveis”.

Se você já investiu alguns minutinhos da vida para assistir algum telejornal, ler alguma revista desse seguimento ou mesmo dar uma bisolinha num site assim, com certeza já ficou intrigado com aqueles slogans antes das reportagens - são bem criativos, não? Mas não é exatamente sobre isso que quero falar...
Quem aqui se recorda da última operação da PF que viu em algum desses veículos aí que eu mencionei??

Lembrou?
Hã??
Não???

Que seja, se não se lembra, eu te lembro que a última (eu acho) operação dos “homi” foi a VENTANIA – que tinha como objetivo, meter a mão nuns sacripantas que fabricavam e distribuíam grana falsa em 8 estados do nosso Brasilzão. Durante a investigação “Os Homi” descobriram que os bandidos produziam e distribuíam cerca de R$ 350,000,00 por mês. Foram quase R$ 3.000.000,00 ao todo.

Agora você deve estar se perguntando, onde diabos esse cara quer chegar?
Elementar meus caros: ao mais interessante nas operações da PF: OS TÍTULOS!

Começou em 2002 com a caça ao jogo do bicho que alguém (não me pergunte quem) deu o nome de “Arca de Noé”. Logo depois foi a vez da Ctrl + Alt + Del, para dar fim nos sangue ruim que burlavam sistemas bancários... E a PF continuou esbanjando criatividade na sequencia: Eros, Good Vibes, Narciso, Pinóquio e até um tal Toque de Midas...
Claro que eu não ia deixar de descobrir quem é o responsável por tais nomes bacanas. Quem é o marketeiro da PF? O Delega uai!

Segue abaixo algumas operações que foram bem batizadas pelos “Canas”. Divirtam-se:

Nome: Anjo da Guarda – 2005
Alvo: Pornografia infantil

Nome: Ctrl+Alt+Del – 2006
Alvo: Roubo de senhas de banco pela internet

Nome: Zapata – 2006
Alvo: Cartéis de drogas mexicanos

Nome: Eros – 2007
Alvo: Tráfico de Viagra

Nome: Good Vibes – 2007
Alvo: Trafico de Ecstasy

Nome: De volta para Pasárgada – 2008
Alvo: Fraudes em prefeituras – sequencia da Operação Pasárgada

Nome: Narciso – 2008
Alvo: Notas frias da loja de luxo Daslu

Nome: Pinóquio – 2008
Alvo: Exploração ilegal de madeira

Nome: Toque de Midas - 2008
Alvo: Fraudes em ferrovias que passam por garimpos

Nome: Castelo de Areia - 2009
Alvo: Superfaturamento de obras públicas

Nome: Ventania - 2010
Alvo: Falsificação de dinheiro

____________________________________________________________

Um comentário:

  1. Eu smpre me pergunto o q porra esses policiais pensam pra apelidar as operações.

    Belo texto. bj amor

    e dale grÊmiooooooooo. rwsws

    ResponderExcluir