Receba as nossas atualizações em seu email.

sábado, 19 de março de 2011

W.W.E. All Stars | crítica

Mais um título de luta livre. Mais um sem Tarzan...

Por Willian Rof
Provavelmente a maioria de vocês já deve ter escutado falar em Tarzan Taborda. Cinco vezes campeão mundial, o brutamontes derrubou mais de 4 mil adversários sem nunca ter sentido o gostinho da derrota. Este cara só teve um problema em sua carreira: teve o “azar” de ter nascido numa época em que a luta livre ainda engatinhava pela mídia mundial, por isso Taborda participava apenas de torneios organizados por associações independentes. Em suma, Tarzan só não se tornou celebridade mundial porque não chegou a fazer parte do universo WWE.

Não fosse este mero detalhe qualquer viciado em jogos deste tipo poderia de uma boa pancadaria usando o avatar desta lenda; mas não é o caso... mas isso não quer dizer que WWE – All Stars não possui gente tão boa quanto – afinal trata-se de um “all stars” e aqui só tem gente de peso (literalmente). Hulk Hogan, Dwayne “The Rock” Johnson e Andre “The Giant” são apenas alguns exemplos os mais de 30 malucos (incluindo um personagem que pode ser criado a partir do zero pelo próprio jogador – no modo Create of Super Star) mal encarados que você poderá controlar nesta rinha.

W.W.E. (World Wrestling Entertainment), é um programa norte americano (bem no estilo Hollywood de ser) de lutadores grandalhões, cascudos e marrentos que se agarram de mentirinha em lutas de 3 minutos no máximo com resultados combinados – caso você não saiba. Cada lutador interpreta um personagem bem característico – e faz questão de exibir todo o seu estilo (muito bem representados nos games por sinal) nas entradas das lutas, recheadas de confetes, apresentações, berros, cusparadas e outras presepadas que não vou citar para não comer muito espaço no meu texto. Enfim.

Voltando para o game, existem quatro grupos em que os macacos travestidos de lutadores de dividem: Brawless (que arrumam sabe Deus onde, uns golpes que nem dá pra defender); Acrobats (nome auto explicativo. São os que mais se utilizam daquelas macacadas como pular de algum lugar sem nexo para outro sem sentido algum), Grapplers (são os mais enjoados; são aqueles que adoram agarrar – quem já jogou as versões anteriores sabe bem do que estou falando) e The Big Man, que é basicamente o grupo dos mais cascudos lutadores, e que desferem porradas que fariam até o Chuck Norris tremer.

Colocando a mão na massa.

A jogabilidade é, sem a menor dúvida, um dos pontos fortes deste jogo. Qualquer um que já tenha jogado qualquer coisa de luta livre sabe que existe uma verdadeira infinidade de golpes nesse tipo de game e seria quase impossível decorar as combinações possíveis de comandos; é por isso que é adotado em WWE um sistema de pancadaria que hoje em dia se tornou comum nos jogos de sopapos mais moderninhos como MvsC 3 – fate of two worlds, que favorece aos seres menos viciados da terra – ou seja, você não precisa ser o pica das galáxias para fazer aquelas combinações cabulosas e poder tirar uma onda de fodão dos games. Basta apertar qualquer botão em qualquer ordem e você irá desencadear uma verdadeira seqüência de porradas escrotas pra cima de seu adversário.

Claro que isso não torna WWE um game fantástico como Street Fighter IV nem viciante como God of War; pode não conseguir uma salva de palmas de todos os seus fãs mas é um jogo mais eclético, mais dinâmico (os movimentos são meio mirabolantes, mas nada demais) e até mais fiel – apesar de fugir totalmente da realidade com golpes que desafiam a física a cada movimento, consegue ser divertido o bastante para valer a pena as horas investidas na frente da TV. Mas pra quem (como eu) ainda tem a esperança de controlar Taborda num game de luta vai ter que esperar mais um pouco...

3 comentários:

  1. eu vou fazer a crítica desse game para PSP em 3 palavras, SIMPLESMENTE UMA MERDA!
    OH PAAI, PQ EU NÃO TENHO UM PS3?
    obrigado papai do céu.AMÉM

    ResponderExcluir
  2. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk. Gostei da crítica. Bem explicativa...

    Bem... pelo menos no PS3 á pra jogar. Ohh Pai.

    ResponderExcluir
  3. vai se foder vcs que so criticam a wwe ,ela é a maior empresa de pro-wrestling o mundo e eles dão tudo de si para criar seus jogos e vem uns idiotas como vcs e criticam.
    obs:www smackdown vs raw é o melhor jogo de luta com mai coisas pra faser nada a ver ficar jogando stret figther

    ResponderExcluir