Receba as nossas atualizações em seu email.

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

Avião do Faustão... Papelão.

Promoção do "ex gordo" causa polêmica - olha que nem foi pelas camisas bizonhas do apresentador.

Nos últimos dias, a galera já atormentada de lá do Rio presenciou (mais) momentos de fanfarronices causados por arrastões e queimas de uns carangos – Além da megaoperação hollywoodiana de invasão ao Favelão do Alemão...

Mais não é exatamente sobre isso esse post. Claro que toda essa situação no Rio de Janeiro é absurda, mas existe coisas que ainda nos surpreendem (negativamente) no meio dessa história toda. Exemplo disso foi a ação de marketing da empresa Moda Promoções & Eventos que espalhou caixas de madeira em praças da capital do tráfico e da putaria na manhã de quarta-feira (24/11) e causaram muito falatório (e correria) entre as pessoas que passaram no local – em tempos de terrorismo, ja sabe né...

Claro que as caixas não continham bombas, ácidos, ou armas químicas de nenhum tipo, como suspeitou a polícia, porém para quem passou por ali não queria nem saber e tratou logo de cair fora, afinal, como diria minha avó quem tem (piiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii) tem medo né véi.

O Esquadrão antibombas foi acionado para abrir caixas, mas para surpresa dos quase 100 desocupados que estavam no local, nada tinha dentro. Vi no Jornal Irracional, digo, Nacional que segundo a Polícia Civil, a empresa Moda até pediu autorização à Prefeitura do Rio para deixar meia dúzia de caixas em alguns locais, mas a autorização não foi concedida. Aí os caras meteram a mão e fizeram nas entocas mesmo. Atitude pow!!! Infelizmente não foi assim que o Governo e a polícia viram a parada e os responsáveis pelo vexame (empresa P&G que bolou essa porra pra divulgar a promoção “Avião do Faustão”, cujo apresentador Fausto Silva, é garoto-propaganda, você já deve ter visto o videosinho ridículo) teram que desembolsar algumas verdinhas para algum grandão se não quiserem ter problemas futuros.

Vai dizer o quê? Rio é isso mesmo Zé: é praia; é mulher boa pra todo lado; é dinheiro fácil; é baile funk... mas nem só de putaria vive o carioca. Morar no paraíso tem seu preço rapá...

Dá uma olhadinha na imagem aí:


Nenhum comentário:

Postar um comentário